quinta-feira, 20 de julho de 2017

Escaneando Filmes com Câmera Digital

Cansada de esperar até um mês para ter meus filmes revelados e escaneados pelo laboratório, decidi eu mesma fazer o serviço.



Infelizmente bons scanners são caros e os baratos são ruins. Na faixa de preço que eu poderia pagar no momento não há nenhum bom scanner, por isso decidi escanear os filmes com a minha DSLR. Há algumas gambiarras que dá pra fazer em casa para escanear seus filmes com a câmera, usando caixas de sapato e afins. Mas eu preferi comprar um tubo de extensão para a lente que já tinha como finalidade ser usado para escanear negativos e slides. Assim me pouparia o trabalho. O tubo é esse da foto e custou 40€, comprei em um site alemão mas tem também na amazon, clicando aqui você pode ver.












É possível fazer uma gambiarra parecida usando um tubo resistente (que não passe luz através dele), semelhantes aqueles de rolos de papel. De um lado você colocaria um anel adaptador do tamanho da sua lente e do outro um daqueles frames de filme slide. Ambos são fáceis de encontrar no mercado livre. 



Usando esse método você vai precisar de uma lente macro ou pelo menos uma lente zoom. É preciso também cortar o tupo na extensão correta para a sua lente poder focar, então você terá de fazer alguns testes e medidas. Não é nada muito difícil de fazer. Eu optei por comprar algo pronto porque seria mais prático e não sairia caro, mas se você não encontrar algo pronto, a gambiarra é uma opção.

Enfim, tudo o que fiz foi colocar os negativos de um lado e do outro lado do tudo de extensão anexar a minha lente. Fotografei em RAW e com balanco do branco para luz de tungstênio, mas conheço pessoas que fotografam com balanco dos brancos para flash e até no automático. Acho que o ideal é você experimentar as configurações e ver qual é melhor para você.

Ah detalhe: é preciso uma mesa de luz mas se você, assim como eu, não possui algo do tipo, pode simplesmente apontar a câmera para o céu claro e fotografar. Funcionou bem. 

Depois de fotografar passei as fotos para o lightroom e a primeira coisa a se fazer é cortar a foto e retirar a parte escura das laterais. Basta clicar ali onde mostro no círculo vermelho.


Depois vou para a curva de tons embaixo das configurações básicas como mostra a setinha.


Observe que existem duas curvas de tons. A que aparece na imagem a esquerda (onde está escrito sombras, luzes, etc) é a curva errada. A curva correta é a da direita, onde você só vê mesmo o gráfico (histograma). Se você estiver na curva errada, basta clicar ali no canto inferior a direita como mostra a setinha menor da segunda imagem.


Então você vai perceber que clicando em RGB (ao lado de canal ou channel como na minha foto), aparece uma caixinha com RGB, Vermelho, Verde e Azul. Todo o passo a passo que vou mostrar a seguir deve ser repetido nessas três cores: vermelho, ver e azul. 


Cliquei em vermelho e vejo uma linha onde o lado esquerdo está embaixo e o lado direito no topo. 


Então o que eu faço é inverter essa linha, colocando o lado esquerdo no topo e o lado direito embaixo. Observe também que em cada extremo da linha há dois pontinhos. A gente vai usá-los a seguir.


A imagem fica assim meio esquisita mesmo.


Você pode observar que atrás da linha que invertemos tem uma sombra vermelha que parece uma montanha. Ali onde a setinha branca aponta é onde começa a "montanha" vermelha. Então o que eu faco é arrastar a bolinha que estava no topo à esquerda até onde começa a "montanha", e do outro lado faço a mesma coisa, arrastando a bolinha de baixo até onde termina a "montanha".



Esse é a carinha da foto agora. 


A mesma coisa que foi feita aqui no canal vermelho dever ser feita agora nos canais verde e azul. Na foto a seguir mostro o canal verde, por exemplo.



Essa é a aparência da foto após fazer o mesmo procedimento no canal verde.


Agora que você fez isso nas três cores, observe que há a linha reta que você inverteu e há uma linha pontilhada, como aponta a setinha branca na foto a seguir. Agora você vai ver onde a linha pontilhada se encontra com a que você inverteu e clicar ali para criar um ponto como mostra a setinha vermelha. O que você vai fazer é arrastar o ponto pela linha pontilhada para ajustá-lo mais ou menos onde é o meio da "montanha" verde/azul/vermelha. Se coincidentemente onde você criou o ponto já é o meio da "montanha" não precisa arrastar nada.

Repita o mesmo nas três cores. Eu deixo para fazer no final porque fica mais fácil de visualizar se você está colocando o ponto no local correto.



Veja só como a foto está após criar o ponto e movê-los nos três canais.


E é isso. É super rápido e simples. Para mim a foto está pronta, veja só.


Mas se você ainda quiser fazer alguns ajustes na sua foto, deve exportá-la como TIFF (ou JPEG se preferir) e importar novamente pro lightroom para seguir com a edição. Isso porque após inverter a curva de tons os outros canais ficam invertidos também. Por exemplo, se você tentar clarear as sombras como na imagem abaixo, o que você está fazendo é escurecer as luzes. 


Espero que o post possa ajudar mais alguém que queira digitalizar seus negativos em casa. Abaixo mais algumas fotos que foram escaneadas por mim mesma. O laboratório não está fazendo falta e agora posso revelar meus filmes em casa também. O bolso agradece.






18 comentários:

  1. Mulher, fica lindo e você tá de parabéns, não sei se eu conseguiria kkk parece muito complicado pra minha pobre mente que ainda sofre em aprender o básico do lightroom porém adorei ver sua técnica...
    beijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. hahaha que nada, é só fazer a primeira vez que você já pega o jeito ^_^
      Ah e obrigada (na verdade a técnica nao é minha, também aprendi com outras pessoas, entao quero passar adiante). Fico feliz que você tenha gostado.

      beijos

      Excluir
  2. Que sensacional isso, não sabia da existencia desse tubo... O bolso deve agradecer demais mesmo!
    Adorei a dica e o tutorial!
    Beijos!
    A Menina da Janela

    ResponderExcluir
  3. assim que der ($$$) vou comprar esse tubo que indicou. eu nem sabia que vendia ele assim, pronto, só conhecia a opção ~gambiarra, HAHA. e usando esse tubo precisa usar uma lente especifica também? qual você usou pra fotografar os negativos? amei demais o post, como sempre ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu nem lembro como descobri esse tudo, mas foi a melhor descoberta hehe :D
      Ah entao, usando esse tudo da marca que eu comprei (chamada somikon) você nao precisa de lente macro, pode usar uma 50mm mesmo. Porque ele tem uma espécie de "lupa" do lado onde encaixa a lente. Mas há outras marcas que nao vêm com essa "lupa", daí você precisa de uma lente macro ou zoom. Mas na descricao do produto de cada marca vem informando isso :)

      Excluir
  4. Eu não fazia IDEIA que dava pra fazer isso, to chocado! Muito foda.

    http://www.sextadimensao.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. hahaha antes de comecar a fotografar com filme eu também nao fazia idea. Vivendo e aprendendo, né? :D

      Excluir
  5. Que dica mais incrível, gente! Nunca que ia pensar numa coisa dessas, apesar de ter medo de fazer besteira. Mas dá muita vontade de tentar porque, na época que mandava revelar, eu gastava um bocadinho em revelação. Muito bom, Vanessa! Obrigada por isso! <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ah nao tem como fazer besteira haha. Experimente ;)
      Eu que agradeco pelo comentário!

      Excluir
  6. Que post maravilhoso. É uma ajuda imensa para quem não está muito afim de esperar a revelação ou está com a grana curta demais <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, poupa bastante dinheiro, né? :) Fico feliz que tenha gostado do post. Obrigada!

      Excluir
  7. Eu adorei isso! E como sou adepta de fazer em casa aquilo que sei pra economizar (pãodurice mandou um olá), mesmo de vez em quando pagando por preguiça acredito que é melhor a gente fazer mesmo, assim aperfeiçoamos nossas aptidões.
    No seu caso te tornou independente do laboratório para quando você tiver pressa e/ou quiser fazer sozinha.

    Com o tempo e a prática deve ser bem gostoso de fazer porque você se vê envolvida com a fotografia desde o clique até o escaneamento.

    Parabéns! ♥
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E verdade, sempre nos aperfeiçoamos. Também sou a favor de fazer você mesmo :D

      Beijos

      Excluir
  8. Eu fiz a gambiarra da caixa de sapatos um tempo atrás, mas não gostei do resultado.
    Eu fiquei com vontade de comprar esse tubo, ele é uma mão na roda e vale o investimento, né? Tinha um laboratório (aqui em SP) que eu ia para revelar (isso foi em 2013) e amava a qualidade, mas fechou e fiquei orfã desde então. Por isso deixei de lado as minhas analógicas. Tenho vários filmes aqui esperando rs

    AMEI o artigo <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada! :D
      Ah que pena que o lab fechou e é tão difícil achar bons serviços, né? Mas esse tubo vale o investimento, você fica mais independente e tem o controle da qualidade. Recomendo :)

      Excluir
  9. Oi Vanessa, tudo bem flor?
    Nossa, ficaram incríveis as fotos. Achei o resultado final maravilhoso, e além de poder economizar poderemos ter muitas fotos suas pelos próximos tempos.
    Abraços,
    Amanda Almeida
    http://blog.amanda-almeida.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada. Que bom que gostou! 😃
      Sim, agora vou poder fotografar até mais!

      Excluir

Safelight-room © , Todos os direitos reservados. Layout base por Sadaf F K. com modificacoes feitas por mim, Vanessa S.